Attílio Domênico Bellato

Primogênito de Ângelo Giuseppe Bellato e Maria Chinellato Bellato, Attílio nasceu em Mogliano Veneto, norte da Itália, em 11 de setembro de 1874.
Passou sua infância e adolescência ao lado de seus pais.
Aos dezessete anos de idade, não vendo perspectiva de trabalho em seu país, que passava por grave crise, resolveu imigrar para o México, país que oferecia mais oportunidades e o idioma era semelhante ao seu.
Embarcou no porto de Gênova em 1891 com destino a Nova York na América do Norte, de lá seguiu para o porto de Vera Cruz, cidade litorânea do México e finalmente foi estabelecer na cidade do México, capital daquele país.
Na cidade do México dedicou-se ao ramo de padaria. Seus negócios prosperaram, então, em 1905, ele escreveu uma carta para seu pai Ângelo Giuseppe, que havia imigrado para o Brasil em 1893, com seus outros irmãos: Pedro, Antonio, Armindo e Sílvio.
Pediu a ida de algum deles para ajudá-lo em seus negócios. Pedro e Sílvio viviam na cidade de Campestre (MG) e Armindo que era casado com Maria da família Baldin não desejava sair do Brasil, Ângelo Giuseppe concordou com a ida de Antonio que acabara de casar com Emiliana Orcinda da Conceição. Assim foi feito.
Attílio viveu muitos anos na cidade do México. Encontramos no site www.familysearch.org o casamento em 13 de outubro de 1920, de Concepcion Bellato nascida em 1897, filha de Atílio Bellato e Refugio Rodriguez com Francisco Sánchez nascido em 1895, filho de J. Aparício Sanchez e Emília Ortíz. O local do casamento foi Santa Maria La Redonda, Cidade do México, Distrito Federal. Assim pensamos que Attílio teve um primeiro casamento, visto que posteriormente foi casado com Ida Sarti e dessa união nasceram três filhas: Amália, batizada em 16 de outubro de 1903 San Cosme, Distrito Federal nome dado em homenagem à única irmã de Attílio, Amália que havia ficado na Itália; Anna Elena Bellato nascida em três de fevereiro de 1906 e batizada em 28 de março de 1906, local do batismo: Centro, Distrito Federal, México e Ida Bellato de Sarti nascida 1911 e batizada com o mesmo nom de sua mãe.

Amália casou com Pugene John Steve ou Stern; Anna Elena casou em 02.09.1944 com Juan Manuel Graham Zapata-Vera; Ida casou com William Preston De Mello.

Attílio foi atuante na cidade do México onde teve vários negócios. Foi proprietário do “Restaurante do Club Britânico” na época o mais moderno da cidade. Foi, também, um dos fundadores da Asociacion Italiana de Asistencia, I.A.P, da cidade do México, entidade criada para prestar assistência aos italianos residentes naquela capital.

Por volta de 1916 mudou-se para a cidade de Nova York nos Estados Unidos da América. Solicitou naturalização como cidadão americano, o que possivelmente, deve ter conseguido, pois encontramos no site familysearch.org anotação de seu casamento com Ida Sarti, em 22 de setembro de 1917 no local Manhattan, New York, United States. Como já era casado na cidade do México com Ida Sarti julgamos que, com a naturalização americana, reafirmou o casamento perante as leis americanas. Ignoramos a data de sua morte. Nossas pesquisas continuam e futuramente poderemos acrescentar mais dados sobre Attílio Domenico Bellato.

 

Fontes: Internet e depoimentos diversos
Autor: Francisco de Paula Belato